Notícias

12/02/2020 - 11:35

Biblioteca Pública Municipal Delfina da Cunha tem 40% mais frequentadores no último ano

Imagem Notícia

Em 2019, a Biblioteca Pública Municipal Delfina da Cunha registrou um aumento de 40% no número de frequentadores, bem como no empréstimo de livros em relação ao ano anterior. Somente no segundo semestre de 2019, foram contabilizados 390 empréstimos e frequência de 1920 usuários, em média 320 pessoas por mês.

 “Mesmo em um momento em que as pessoas fazem uso excessivo de tecnologias e as bibliotecas enfrentam uma crise de público em todo o país, a nossa biblioteca registrou aumento significativo no número de empréstimos e frequentadores em virtude dos diversos eventos culturais, projetos de incentivo à leitura e a mudança de prédio, ocorrida em junho passado, para um local mais central, adequado e convidativo”, considerou a bibliotecária responsável, Marilisa Neves, sobre o aumento no número de visitantes e consumidores das obras literárias.

Somente no ano de 2019, a biblioteca realizou, com apoio e parceria da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (Smec), quatro saraus, oficinas, rodas de conversa e outros eventos culturais, bem como programação especial da Semana da Criança, com contação de histórias e diversas atividades voltadas ao público infantil e juvenil, ações com vistas ao incentivo à leitura.

Como reflexo das diversas atividades voltadas à formação de leitores, a biblioteca registrou um aumento considerável de frequentadores jovens e adolescentes, bem como do público infantil.

Marilisa ainda ressalta que a Biblioteca Pública é um espaço multicultural, propagador de conhecimento, cultura e informação e que “a comunidade precisa se apropriar dela”.

A Biblioteca Pública Municipal Delfina da Cunha completou, no início de fevereiro, 48 anos de fundação, democratizando o acesso à informação, pois a consulta e leitura local é totalmente gratuita.

Está localizada na Rua General Osório, nº374, bairro Centro. Possui uma estrutura que conta com espaços de leitura, pesquisa e estudos individuais e em grupos, internet Wi-Fi gratuita, setor de atendimento (onde são realizados os empréstimos), serviço de referência (responsável pelo atendimento às pesquisas), setor infantil e juvenil, periódicos (revistas diversas), hemeroteca (arquivo de jornais e recortes sobre assuntos locais), acervo literário, acervo de pesquisa em diversas áreas do conhecimento, acervo do Estado do Rio Grande do Sul e de autores nortenses. Conta também com destaque para as obras da patronesse, a poetisa nortense Delfina Benigna da Cunha.

Deseja procurar outra Notícia?