Notícias

18/04/2017 - 08:43 | Editado em: 18/04/2017 - 08:50

Município vai aderir ao Sistema de Segurança Integrada do RS

Na última quarta-feira (12), a prefeita Fabiany Zogbi Roig, o chefe da Guarda Municipal, Júnior Gautério, e o vereador Neromar Guimarães, estiveram na Secretaria da Segurança Pública (SSP), em Porto Alegre, para dar início ao processo de adesão ao Sistema de Segurança Integrada com Municípios do Rio Grande do Sul (SIM/RS).

A iniciativa visa integrar todas as esferas da sociedade no combate à criminalidade e à violência, além de orientar a criação e a execução de políticas de gestão integrada e complementar para o setor. Com a conclusão do termo de cooperação, que estabelece as obrigações mútuas, a adesão ao sistema deverá ser formalizada ainda este mês.

Coordenado pela SSP, o SIM/RS é formado por cinco eixos: tecnologia, informação e inteligência; operações; prevenção primária; sistema penitenciário e ressocialização. Cada eixo conta com uma série de ações, que são determinadas conforme a realidade de cada município. A construção de uma doutrina única de capacitação e qualificação aos agentes da Segurança Pública, a adoção de políticas antidrogadição e a reinserção de apenados na sociedade são algumas das medidas previstas.

Capacitação e qualificação

O alinhamento na formação dos agentes de segurança estaduais e municipais possibilitará a padronização da atuação (conjunta ou não), dentro das atribuições constitucionais de cada corporação, facilitando o trabalho e aumentando a efetividade das missões a serem executadas. 

Para que os órgãos estaduais e municipais adotem o mesmo modo operacional, serão criadas escolas regionais para as Guardas Municipais. A guarda nortense já conta com 10 vagas para o primeiro ciclo, que inicia em maio, e será realizado pelo sistema EAD da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), totalizando 300 horas/aula.

A metodologia para a seleção dos profissionais será definida em reunião da equipe, na quarta-feira (19). De acordo com o chefe da Guarda, “a prioridade é para os servidores que ainda não receberam a capacitação”.

Deseja procurar outra Notícia?